Scanner OBD-II, descubra você mesmo o defeito do carro

Publicado em 23 Fevereiro, 2018

Scanners OBD-II facilitam a identifcação de problemas nos veículos e mandam as informações via bluetooth ou Wi-Fi para o seu smartphone

Já há alguns anos os carros passaram a ser equipadas cada vez mais com peças eletrônicas em substituição a peças mecânicas ou elétricas. Nos veículos atuais existe uma grande quantidade de sensores e outros componentes eletrônicos destinados a controlar e monitorar o funcionamento dos mesmos.

Com isso, os veículos se tornaram mais “inteligentes”, possibilitando que a central eletrônica consiga detectar e acusar falhas ou problemas nas principais peças que compõem os sistemas eletrônicos responsáveis por fazer o carro funcionar corretamente.

Para ter acesso aos relatórios de erros identificados pela central eletrônica, é necessária a utilização de um equipamento chamado de escanner, ou scanner, que é responsável por fazer a leitura dos erros armazenados no módulo e mostrá-los ao mecânico.

Scanner automotivo para usar em casa

Scanner bluetooth OBD-II LM327

Além dos equipamentos profissionais, que podem chegar a custar milhares de reais, existem os Scanners OBD II (OBD2 ou OBD-II) que funcionam através de bluetooth ou WiFi, que enviam as informações para aplicativos instalados em smartphones equipados com Android ou iOS. Atualmente existem no mercado diversos fabricantes que disponibilizam scanners OBD-II, inclusive que funcionam também através de cabos que se conectam ao computador.

O sistema OBD significa On Board Diagnostics, ou diagnóstico de bordo, o OBD-II é a evolução do sistema OBD, que entrou em operação na década de 90.

A partir de 2010, todos os veículos a venda no Brasil passaram a contar com uma conexão OBD-II, que geralmente fica localizada em baixo do painel de instrumentos, do lado do motorista.

Como funciona o scanner OBD-II

Quando conectado à entrada OBD-II do veículo, o scanner começa a rastrear as mensagens contidas na central e passa a enviá-las ao smartphone. Estando com o aplicativo adequado instalado no aparelho, estas informações poderão ser acessadas e utilizadas para identificar problemas e realizar manutenções no veículo, como apagar mensagens de erro, por exemplo. Para instalar o aplicativo no seu smartphone, basta procurar na sua loja de App por “OBDII scanner” que diversos aplicativos serão listados.

Vale lembrar que este tipo de equipamento também é utilizado por mecânicos, e não apenas por usuários domésticos, uma vez que ele é capaz de rastrear as mensagens assim como faz os equipamentos profissionais. A diferença entre eles é que o scanner OBD2 via bluetooth, ou equivalente, apenas lê e repassa as informações, já os scanners profissionais podem realizar alterações tanto no módulo central quanto em outros componentes eletrônicos, modificando suas configurações.

As mensagens enviadas são na forma de códigos, cada código pode identificar uma peça ou conjunto de peças que pode estar apresentando erros ou instabilidade em seu funcionamento. Por exemplo, o código P0141 indica que o problema está no sensor de oxigênio, ou sonda lambada. Um bom site para descobrir o que cada código quer dizer é o www.obd-codes.com, basta pesquisar pelo código de erro informado pelo scanner e entrar na página referente a ele, lá você encontrará muitas informações, inclusive possíveis soluções para o problema.

Porque usar um scanner OBD2?

Para quem não é profissional da área, usar um scanner deste tipo pode ajudar a saber qual defeito o veículo tem, ou qual peça está apresentando problema, e assim já ir para a oficina mecânica tendo uma ideia do que pode estar errado, e assim diminuir o risco de ser enganado por mecânicos mal intencionados. Já para quem entende um pouco mais de mecânica, os scanner OBD-II podem facilitar muito na identificação de peça defeituosas, tornando mais rápida e barata a substituição das mesmas.

Onde comprar scanner OBD-II

Este tipo de equipamento pode ser facilmente encontrado em lojas virtuais e em sites de vendas, a exemplo do Aliexpress, onde é possível encontrar os mesmos modelos vendidos no Brasil por até a metade do preço.