Penhorar jóias: empréstimo com juros mais baixos

Ter dinheiro guardado no banco para emergências ou gastos não previstos não é para todo mundo. Na verdade, a maioria das pessoas tem dificuldade em fazer uma poupança para os momentos de aperto.

Por esse motivo é bastante comum a procura por financiamentos e empréstimos nos momentos em que se necessita de uma quantia maior de dinheiro, seja para pagar despesas emergenciais ou aproveitar a oportunidade de fazer um bom negócio.

Em outros casos, quando se tem algum bem móvel de valor como joias, pedras preciosas, relógios ou peças feitas em metais nobres como o ouro ou a prata, há a possibilidade de conseguir o dinheiro com uma modalidade de empréstimo que costuma ser mais vantajosa, o penhor.

O penhor, de maneira geral, costuma ser mais vantajoso porque ele possui uma taxa de juros menor do que as demais modalidades de empréstimo. Essa característica do penhor é fácil de entender pelo seguinte motivo: o bem dado como garantia já está nas mãos do credor. Ou seja, em caso de inadimplência do devedor, em vez de correr atrás dele, tentar tomar bens dentre outras medidas, o banco, nesse caso a CAIXA, simplesmente leva o bem dado como garantia a leilão para conseguir de volta o valor que foi emprestado. E como o risco de ficar no prejuízo é menor, a taxa de juros também acaba sendo menor.

Anel para penhorar
As joias são os principais itens de penhor. Imagem: © morgueFile.com

Para penhorar seus bens, dirija-se a uma agência da CAIXA, levando consigo o objeto que será penhorado. O valor do bem será definido pelo banco, após a análise de diversos fatores, e o limite a ser emprestado também será estipulado por ele.

Após a tomada do empréstimo, caso o devedor não venha a quitar sua dívida, a CAIXA poderá levar o bem a leilão. Para evitar que isso aconteça, o devedor poderá pedir a renovação do contrato, que é quando o valor restante é refinanciado, resultando em parcelas menores a serem pagas. No entanto, nesses casos, o cliente deverá arcar com encargos e juros devidos.

O prazo para pagamento, a taxa de juros e demais encargos são fixados pela CAIXA. Por esse motivo, para saber quanto poderá ser conseguido com o penhor é necessário ir até uma agência da CAIXA para fazer uma simulação.

Para saber como proceder, quais documentos são necessário, prazos e encargos, dirija-se a uma agência da caixa, ou visite a página do penhor CAIXA.

4 comentários em “Penhorar jóias: empréstimo com juros mais baixos

  • 21 de junho de 2020 em 14:53
    Permalink

    It’s appropriate time to make some plans for the future and it’s time to be happy.
    I’ve read this post and if I could I wish to suggest you some interesting things or suggestions.
    Maybe you can write next articles referring to
    this article. I want to read more things about it!

  • 21 de junho de 2020 em 18:34
    Permalink

    I feel that is among the such a lot important information for me.
    And i’m happy studying your article. However should commentary on some common things,
    The site taste is ideal, the articles is in point of fact great : D.

    Good activity, cheers

  • 27 de junho de 2020 em 5:49
    Permalink

    No matter if some one searches for his required thing, thus he/she needs to be available that in detail, therefore
    that thing is maintained over here.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.