Pendrive vazio mas sem espaço livre disponível

Publicado em 20 janeiro, 2017

Com a utilização frequente do pendrive, como inclusão e exclusão que arquivos, é possível que erros possam ocorrer, ocasionando a indisponibilidade de espaços que na verdade não estão ocupados

Os pendrive são equipamentos de informática bastante utilizados pela sua versatilidade, já que podem armazenar todo tipo de informações, e principalmente por sua facilidade em ser transportado, podendo ser guardado em bolsos, carteiras, bolsas e em diversos compartimentos pequenos.

Como ocorre com diversos outros equipamentos de armazenamento digital de dados digitais, erros no registro dos arquivos podem ocorrer, ocasionando um desperdício de espaço que poderia estar disponível para o utilizador.

Na maioria das vezes, esse tipo de erro faz com que o espaço livre disponível não seja calculado corretamente, disponibilizando ao utilizador menos espaço do que realmente existe disponível para utilização.

Pendrive vazio mas sem espaço

Um erro bastante comum que afeta os pendrives é o de informar que não está espaço suficiente, mesmo não tendo nenhum arquivo armazenado.

Ou seja, o usuário exclui todos os arquivos que estavam guardados, mas o Windows mostra que uma boa parte do espaço disponível está ocupado, ou então está todo ocupado, e não permite que novos arquivos sejam criado ou copiados para o pendrive.

Esse problema pode ser causado por diversos motivos, como dados que ficara, corrompidos e não podem ser lidos, programas que particionam a memória sem o consentimento do usuário, arquivos ocultos e uma série de outras possibilidades.

Pendrive

Mesmo estando vazio, sem nenhum arquivo, o sistema operacional pode informar que o pendrive está sem espaço livre disponível por estar cheio de arquivos. Confira dicas de como resolver este problema.

Como recuperar o espaço perdido no pendrive

Recuperar o espaço perdido na maioria das vezes é bastante simples. Geralmente o pendrive não está com defeito ou inutilizado, sendo possível recuperar facilmente o espaço indisponível.

Quando está sem espaço disponível mesmo estando vazio, ou quando o Windows mostra que ele está cheio mesmo todos os arquivos tendo sido excluídos, a solução que funciona em quase todos os casos é a formatação.

Como formatar o pendrive

O processo de formatação de um pendrive é bastante simples e pode ser feita de diversas maneiras. Vamos apresentar abaixo duas formas de realizar a formatação de um pendrive.

Formatar pendrive pelo Windows

Para formatar o pendrive utilizando a ferramenta do próprio Windows, basta clicar no menu “Iniciar”, em seguida em “Meu comutador”, na aba “Dispositivos com armazenamento removível” localize o pendrive a ser formatado, clique com o botão direito sobre seu ícone ou nome e escolha a opção “Formatar…”.

Na tela que se abrirá, você deverá selecionar o sistema de arquivos. De maneira geral o formato a ser selecionado é o FAT32. No entanto esse formato apresenta a limitação de não suportar arquivos com mais de 4GB (um único arquivo com mais de 4GB). Para armazenamento de arquivos com mais de 4 GB, o formato recomendável é o NTFS.

Formatar pendrive usando programas

Se por algum motivo a ferramenta de formatação do Windows não funcionar ou mesmo não resolver o problema, uma saída é refazer a formatação utilizando um programa externo, que por possivelmente utilizar técnicas diferentes de formatação pode conseguir resolver o problema.

Para isso, pode ser utilizado o Rufus (https://rufus.akeo.ie/?locale=pt_BR).

O Rufus é muito simples de utilizar. Todas as informações necessárias para fazer a formatação do pendrive estão apresentadas na única tela do programa. Além de formatar, o Rufus também serve para criar discos de boot, para inicializar o Windows e outros sistemas pelo pendrive, e outras tarefas relacionadas.