Superestimar ou subestimar

Publicado em 27 julho, 2014 / Atualizado em 6 de outubro de 2014

Superestimar e subestimar são parônimos, possuem escrita e pronúncia semelhantes, mas têm significados diferentes

A nossa querida língua portuguesa é repleta de palavras cuja escrita e pronúncia são bastante semelhantes, contudo, com significados diferentes.

Confundir uma palavra com outra parecida muitas vezes pode nos levar a dizer exatamente o contrário do que realmente queremos falar. Por isso, é importante tomar cuidado com as palavras parônimas.

Esse é o caso das palavras superestimar e subestimar. Elas são bastante parecidas tanto na escrita quanto na pronúncia, mas não se engane, pois elas possuem significados contrários. Vamos saber mais:

Superestimar (ou sobrestimar)

Significa estimar demais, dar valor e apreço demasiados. Em geral, quando superestimamos alguma coisa, damos mais valor ou significância do que aquela “coisa” realmente tem ou merece.

Exemplos:

 Superestimei a proposta, sai do meu antigo emprego, e me arrependi.

Achei que ela tinha chances de vencer, superestimei sua capacidade.

Não superestime sua capacidade, tenha os pés no chão.

As melhores apostilas para concurso público, conheça: Apostilas Opção.

Subestimar

É o contrário de superestimar. Significa desqualificar, não dar valor ou confiança, minimizar o potencial ou qualidade de algo.

Exemplos:

Acreditava que eu era o melhor, subestimei meu adversário, e fui derrotado.

Jamais imaginei que ele fosse passar no concurso, subestimei sua capacidade.

Não subestime seu adversário, ou poderá ser derrotado.

Por mais que pareça difícil diferenciar no começo, tendo atenção você não mais irá confundir essas duas palavras. Superestimar é dar valor exagerado, tratar algo como sendo mais do que realmente é, enquanto que subestimar é não dar o devido valor, é minimizar, não dar a devida importância ou por em dúvida a qualidade ou capacidade de algo ou alguém.