Quando fazer pós-graduação

Publicado em 30 maio, 2015 / Atualizado em 27 de junho de 2015

Uma especialização pode ser um diferencial competitivo no mercado de trabalho

Ter nível superior há alguns anos era privilégio de poucos, que por possuírem graduação em determinada área tinham acesso aos melhores empregos e aos salários mais altos.

Atualmente o acesso ao ensino superior está facilitado, seja pela popularização das instituições de ensino superior, que oferecem também graduação à distância, ou pelos programas de incentivo do Governo Federal.

A questão é que a concorrência hoje está muito acirrada, com muitos profissionais graduados e em busca de uma colocação no mercado de trabalho.

Diante dessa situação, constata-se que em muitos casos apenas ter graduação não coloca o candidato a uma vaga de emprego em posição muito favorável em relação aos concorrentes, uma vez que existem muitos candidatos com qualificação semelhante.

A pós-graduação pode ser o diferencial

Além de cursos e participação em palestras, seminários e congressos, uma maneira de melhorar o currículo e se mostrar mais bem qualificado para ocupar uma vaga de emprego é fazendo uma pós-graduação, tornando especialista num determinado tema de uma disciplina.

Por exemplo, uma pessoa graduada em administração de empresas e pós-graduada em administração financeira pode ter suas chances de contratação aumentadas nos casos em que uma empresa busque profissionais para atuarem no seu setor financeiro.

[related_posts]

O objetivo da pós-graduação é exatamente esse, formar especialistas, pessoas que entendam muito de determinado tema específico.

Os cursos de pós-graduação também podem ser chamados de MBA (Master  in Business Administration) no campo da Administração de Empresas, ou mesmo especialização.

Por oferecer titulação latu Senso, de maneira geral preparam o estudante para atuar profissionalmente. Contudo, nada impede que esse estudante dê aulas ou lecione disciplinas em cursinhos, escola e faculdades.

Em muitos casos, uma pós-graduação pode despertar no estudante o gosto por determinado assunto, podendo levá-lo até a pós-graduação stricto sensu, compreendidos aqui os cursos de mestrado e doutorado.

Quais os benefícios de fazer uma pós

Adquirir novos conhecimento só faz com que o profissional cresça cada vez mais na carreira que deseja seguir. Diante disso, a pós-graduação pode ser um degrau a mais nos estudos que pode ensejar também um degrau a mais na vida profissional.

Além de melhorar o currículo e capacitar melhor o estudante para o mercado de trabalho, uma especialização pode ser interessante para quem trabalha no setor público ou deseja estudar para concursos públicos, até porque, a depender da carreira, existem incentivos à qualificação que resultam em aumento de remuneração para quem possui nível de escolaridade superior à exigida.

Como escolher um curso de especialização

O primeiro passo é pesquisar quais as instituições que oferecem a pós, os cursos oferecidos, bem como o credenciamento dessas instituições junto ao Ministério da Educação – MEC.

O próximo passo depende de cada um, da área na qual cada um deseja atuar. Fique atento, de acordo com o Conselho Nacional de Educação, os cursos de pós-graduação lato sensu devem ter carga horária mínima de 360 horas. Geralmente os cursos de especialização têm duração de um a dois anos.