Parcelar seguro DPVAT: faça o pagamento em três vezes

Publicado em

Já é possível parcelar o pagamento do seguro obrigatório DPVAT, saiba como e quem pode fazer o parcelamento

DPVAT é a sigla para Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre, ele é um seguro obrigatório que deve ser pago por todos os veículos automotores terrestres. Seu objetivo é indenizar vítimas de acidentes de trânsito ou seus familiares, independente da gravidade do mesmo. Atualmente o DPVAT paga os seguintes valores como indenização em casos de acidentes,e às seguintes pessoas:

a) Morte: R$ 13.500,00 (familiares ou herdeiros)
b) Invalidez Permanente: Até R$ 13.500,00 (somente ao próprio beneficiário)
c) Despesas de Assistência Médica e Suplementares: Até R$ 2.700,00 (somente ao próprio beneficiário)

O valor a ser pago ao DPVAT varia de acordo com a categoria do veículo. Existem sete categorias de veículos cobertos pelo seguro DPVAT, que são identificadas por números. São elas: 01, 02, 03, 04, 09 e 10. Essas categorias servem para agrupar veículos de acordo com estatísticas de acidentes envolvendo veículos pertencentes a ela.

Por exemplo, as motos pertencem à categoria 09, e o valor do seu seguro é de R$ 292,01, enquanto o valor para carros de passeio é de R$ 105,65. O seguro obrigatório para motos é mais caro porque este tipo de veículo costuma ter mais acidentes com vítimas do que os que acontecem com veículos de passeio.

O seguro obrigatório DPVAT deve ser pago anualmente, geralmente junto com o licenciamento e o IPVA. O não pagamento do DPVAT resulta na irregularidade do veículo, ou seja, se você ficar sem pagar o DPVAT seu veículo estará irregular e você terá problemas caso seja parado numa blitz, por exemplo.

A partir de 2013 o pagamento do seguro obrigatório pode ser parcelado em três vezes sem juros. No entanto, não são todas as categorias que serão comtempladas com essa novidade. Só quem pode parcelar o DPVAT são as motos, ônibus, micro-ônibus e vans, exatamente os veículos que possuem os seguros mais caros.

Vale lembrar que o parcelamento do seguro obrigatório só é possível no ano vigente e para veículos já em circulação. Ou seja, veículo zero quilômetros, que irão fazer seu primeiro emplacamento não poderão ter o seguro parcelado. O mesmo acontece com o seguro atrasado, de anos anteriores, que também não poderão ser parcelados.

O parcelamento não é obrigatório, parcela quem quiser. Para saber mais sobre o parcelamento do DPVAT e gerar os boletos, visite: www.dpvatsegurodotransito.com.br/pagamento/, basta fornecer informações sobre o veículo, como RENAVAM, estado de licenciamento, placa e outras.


Compartilhe: