O que é gasolina batizada e os prejuízos que ela causa

Publicado em 20 fevereiro, 2016 / Atualizado em 20 de fevereiro de 2016

Combustível batizado, ou adulterado, seja gasolina ou etanol (álcool) pode trazer inúmeros problemas ao funcionamento dos veículos

A composição dos combustíveis é determinada por lei, e é utilizada como parâmetro para que as montadoras de automóveis desenvolvem seus veículos, principalmente no que diz respeito ao sistema de alimentação, que abrange tanto a injeção quanto a queima de combustível.

No entanto, com o intuito de obter mais lucro nas vendas, muitos donos de postos adulteram os combustíveis, adicionando outras substâncias mais baratas, diluindo-o e consequentemente diminuindo a qualidade do mesmo.

Como o combustível é batizado

Batizar significa adulterar o combustível, modificar sua composição original com o intuito de obter mais lucro nas vendas, uma vez que o que está sendo vendido não é o combustível puro, mas sim uma mistura com outras substâncias mais baratas.

No caso da gasolina batizada, geralmente a adulteração acontece com a adição de etanol acima do permitido na legislação, que atualmente é de 27%. Outra maneira ainda mais danosa para o veículo é a adição de solventes, que são ainda mais baratos que o etanol, e por isso são muitas vezes a opção escolhida.

No caso do etanol, ou álcool, é importante sabermos que existem dois tipos, o álcool anidro, que é o misturado a gasolina, e o álcool hidratado, que é o utilizado como combustível.

Na adulteração, o álcool batizado (álcool hidratado) leva mais água que o estabelecido na legislação, e em muitos casos, o álcool anidro, que não é usado como combustível, sendo utilizado apenas na mistura com a gasolina, é misturado com água e vendido com álcool hidratado, combustível.

Portanto, combustível batizado ou adulterado, seja ele gasolina ou etanol, é aquele misturado com substâncias proibidas ou com mistura cuja proporção não segue a legislação.

Carro abastecendo
Combustível adulterado ou batizado pode causar danos sérios ao veículo, além de aumentar o consumo.

Prejuízos causados pelo combustível adulterado

Os danos causados pelo combustível adulterado, seja o etanol ou gasolina são inúmeros, vão desde o prejuízo financeiro imediato, uma vez que eles causam um aumento no consumo dos veículos, causado pela queima ineficiente do combustível, até prejuízos bem maiores, devido ao comprometimento de peças.

Dentre os inúmeros problemas os combustíveis batizados podem causar, listamos abaixo alguns dos principais.

  • Danos à bomba de combustível
  • Falhamentos e perda de potência
  • Diminuição da vida útil das velas de ignição e do sensor de oxigênio (sonda lambda)
  • Carbonização da câmara de combustão e cabeça dos pistões
  • Contaminação do óleo lubrificante
  • Danos ao catalisador e ao sistema de escapamento
  • Danos ao sistema de vedação, a exemplo de juntas e retentores

Como evitar combustível adulterada

Os postos de combustíveis são obrigados a realizar um teste para verificação da correta mistura da gasolina / etanol, caso seja solicitado pelo consumidor. Diante do resultado o consumidor pode poderá decidir abastecer ou não naquele posto.

Já para conferir a qualidade do álcool, por determinação da ANP as bombas de etanol deverão possuir um equipamento chamado densímetro, que consiste em um tubo transparente onde é possível conferir a proporção entre água e álcool. O máximo de água permitido é 5%.

Outra dica é abastecer em postos já conhecidos e que tradicionalmente vendem combustível limpo, independentemente de ser posto de bandeira branca ou não, e nunca encher o tanque em postos que gerem desconfiança. É importante sempre pedir o cupom fiscal, para comprovar a compra caso seja comprovado que o combustível abastecido está adulterado.

Denuncie

Caso tenha certeza ou desconfie que um posto está comercializando combustível adulterado, faça uma denúncia à Agência Nacional do Petróleo (ANP) pelo site: www.anp.gov.br, ou pelo telefone 0800-970-0267.