Infrações de trânsito mais comuns, valor de multa e pontos

Publicado em 1 outubro, 2012 / Atualizado em 1 de outubro de 2012

Conheça infrações comuns de serem vistas nas ruas, valor da multa e quantos pontos na carteira perde o infrator

No trânsito são necessários diversos cuidados, seja com a segurança do motorista e dos passageiros, com a mecânica do carro ou com multas advindas de infrações. É comum os motoristas reclamarem da existência de algumas infrações, no entanto, muitas ações tidas pelo DETRAN como infração têm como objetivo proteger a própria segurança dos ocupantes dos veículos e de pedestres.

Um exemplo disso é a obrigatoriedade de portar extintor de incêndio dentro do prazo de validade e de acordo com a regulamentação. Trafegar sem extintor ou com o mesmo fora da validade acarreta multa. Contudo, isso é para benefício dos motoristas e passageiros, pois em caso de incêndios já se tem a ferramenta para apagar o fogo e evitar problemas maiores.

Essa é uma infração já bastante conhecida pelos motoristas, assim como não respeitar sinal vermelho, dirigir sem o cinto de segurança, andar na contramão ou dirigir com carteira de habilitação vencida, por exemplo. No entanto, existem outras situações que podem acabar gerando multa para o proprietário ou condutor do veículo. E em muitos casos estes se quer tem consciência de que estão cometendo algum tipo de infração, por pura falta de conhecimento.

Para ajudá-lo a não cair em armadilhas, ou seja, cometer infrações sem nem ao menos ter a noção de que o que está fazendo é proibido, listamos abaixo algumas infrações que costumam ser bastante comuns no dia a dia.

Dirigir com o braço fora do carro

Uma cena bastante comum nas ruas e avenidas das cidades, ou até mesmo em rodovias, é a de motoristas andando com o braço fora do carro, seja com a mão sobre o teto ou com o cotovelo apoiado na porta. Apesar de ser um hábito de muitos motoristas, segundo o artigo 252 do código de trânsito isso é considerado uma infração média, que atualmente gera uma multa de R$ 85,13 e faz o infrator perder 4 pontos na carteira.

Atirar objetos para fora do veículo

Outra cena corriqueira, principalmente em ruas e avenidas com grande circulação de veículo é a de pessoas atirando objetos para fora dos carros, na rua. O hábito de jogar lixo nas ruas a partir do carro é uma infração média, segundo o artigo 172. Essa infração gera multa de R$ 85,13 e custa 4 pontos na carteira do motorista.

Estacionar no passeio

Nada mais justo do que punir alguém que estaciona o veículo em passeios. Os passeios das ruas foram feitos para os pedestres trafegarem, assim como as estradas foram feitas para os veículos. Quando um carro é estacionado sobre o passeio, os pedestres são obrigados a descerem e andarem pela rua, expondo-se ao risco de serem atropelados. Por esse motivo, estacionar em passeios é uma infração grave com multa de R$ 127,69, e o infrator perde 5 pontos na certeira.

Ultrapassar cortejos, desfiles e formações militares

Ultrapassar cortejos religiosos, desfiles comemorativos como o de 7 de setembro, de festejos municipais ou desfiles militares é considerado uma infração leve, e o infrator deve pagar uma multa de R$ 53,20 além de perder 3 pontos na carteira.

Não dar preferência a pedestre em travessia

Muitos motoristas apressados, ao verem que o sinal ficou verde já saem acelerando sem conferir se existem pedestres ainda atravessando a via. Se o motorista acelerar e não dar chance de o pedestre concluir a travessia, ele estará cometendo uma infração gravíssima, e terá de pagar uma multa de R$ 191,54, além de perder 7 pontos na carteira.

Conclusão

Essas foram apenas algumas das dezenas de infrações de trânsito que existem. Claro que é difícil conhecer todas elas. Por esse motivo, é importante sempre seguir as placas de sinalização, além de usar o bom senso no trânsito.