Gordura subcutânea e gordura visceral fazem mal à saúde

Publicado em 3 abril, 2012 / Atualizado em 19 de fevereiro de 2013

Conheça os riscos que a gordura subcutânea e a gordura visceral podem oferecer à saúde

Diariamente vemos muitas pessoas, tanto homens quanto mulheres, lutando para perder barriga, seja através de dietas para emagrecer ou de suplementos para queimar gordura.

As gorduras que se localizam na região do abdômen são classificadas em duas categorias, as gordura subcutânea e a gordura visceral ou intra-abdominal. Ambas são gorduras, o faz com que cada uma tenha um nome diferente é a região onde estão localizadas, e também dependendo dessa localização, uma se mostra mais prejudicial à saúde que a outra.

Gordura subcutânea

A gordura subcutânea está localizada logo abaixo da pele, e costuma se instalar não apenas na barriga, mas também nas pernas, no culote e no bumbum, e normalmente está associada ao sexo feminino, ou seja, a gordura subcutânea costuma se desenvolver mais nas mulheres, mas também atinge os homens. Essa gordura é a principal causadora da celulite. Apesar de ser esteticamente ser vilã, não traz tantos ricos à saúde quanto a gordura visceral, porém é mais difícil de ser eliminada.

Gordura visceral

[related_posts]

Essa gordura é a causadora da chamada “barriga de chope“. De maneira geral, a gordura visceral oferece mais riscos à saúde que a gordura subcutânea. Essa característica se deve, principalmente, ao fato de a gordura visceral estar localizada numa região mais profunda do abdômen, revestindo diversos órgãos como os rins, fígado, pâncreas e também o intestino.

A gordura visceral está diretamente ligada a problemas como diabetes, derrames e infartos, por favorecer o aumento do colesterol ruim (HDL) e a diminuição do bom colesterol (LDL), o que pode causar obstrução das artérias. Pode também elevar a pressão arterial e contribuir para o surgimento de outras doenças cardiovasculares, pois interfere fortemente no metabolismo.

Essa gordura é mais freqüente em homens, mas também atinge mulheres, e tem a característica de deixar a barriga endurecida, enquanto que a gordura subcutânea deixa uma aparência mais mole.

Por mais que seja difícil, é possível eliminar essas gorduras, basta praticar atividades físicas e cuidar da alimentação.). Rotina sedentária, alimentação muito calórica, frituras, bebidas alcoólicas, refrigerantes e doces em geral devem ser evitados por quem quer perder barriga, ou para quem deseja não ter.