Fralda deu alergia? Venda ou troque por outra marca

Publicado em 9 maio, 2013 / Atualizado em 12 de julho de 2013

Trocar ou vender fralda que causou alergia ou ficou pequena é uma saída para não ficar no prejuízo

Principalmente nos primeiros meses de vida, o organismo do bebê está correndo para se adaptar ao ambiente externo ao útero.

Por esse motivo, é importante evitar expôr a criança a produtos químicos e substâncias novas, pois elas podem lhe fazer mal. Mas como nem sempre é possível ou aconselhável proteger o recém nascido de tudo, é imprescindível investigar diariamente se o bebê está apresentando algum tipo de reação alérgica.

Com frequência, bebês apresentam alergia a um determinado marca de fralda, seja devido ao tecido, ao perfume ou a qualquer outro elemento que a compõe. Se isso acontecer, é fundamental que os pais parem de usar essa marca de fralda e passem para outra, para testar a adaptação do bebê à nova marca.

O problema é que, como comprar fraldas em grande quantidade sai mais barato do que comprar pequenos pacotes, e os país optarem por fazer isso, caso a criança apresente alergia à marca, teoricamente essas fraldas estarão perdidas, pois o bebê não poderá usá-la.

No entanto, nem tudo está perdido. Como o organismo das crianças são diferentes, uma fralda que causou alergia num bebê pode não causar em outro. Com isso, é possível que essa fralda que não serviu para seu filho sirva para outra criança.

O que fazer com a fralda que causou alergia

Como solução para não ter que jogar fora as fraldas que causaram alergia ou algum desconforto ao seu bebê, listamos abaixo algumas possibilidades. Lembrando que as dicas abaixo também podem ser úteis  para quando as fraldas ficam pequenas ou apertadas, ou sejam, não cabem mais na criança.

  1. Ir até uma farmácia, mercado ou qualquer outro estabelecimento e tentar trocar por outra marca. Mesmo que ela não tenham sido compradas á, alguns estabelecimentos fazem a troca.
  2. Vender as fraldas a amigos ou conhecidos e com o dinheiro comprar fraldas de outra marca.
  3. Trocar as fraldas com amigos ou conhecidos que estão em situação semelhante, contudo com outra marca.
  4. Se a fralda ficou pequena e ainda sobrou bastante, também é possível vender ou trocar por tamanhos maiores.

Apesar de parecer algo difícil de resolver, geralmente não é. Sempre é possível por em prática uma das dicas acima. Outra dica importante, caso você deseje vender as fraldas, é cobrar um valor um pouco menor do que é cobrado nas lojas, isso facilitará a venda.

Em todo caso, independente de valores financeiros, o mais importante é manter a saúde e o bem estar do seu bebê.