Disco de freio sólido e ventilado, conheça as diferenças

Publicado em 2 setembro, 2013

Conheça as diferenças entre discos de freio sólidos e ventilados e suas vantagens e desvantagens

O sistema de freio é composto por todas peças responsáveis pela frenagem dos veículos. Para manter a segurança do motorista e dos ocupantes, é muito importante que todas as peças desse sistema estejam em perfeitas condições de funcionamento.

Dentre todos os componentes do sistema de freio, um que está diretamente relacionado com a frenagem são os discos de freio. Os discos são contidos pelas pastilhas de freio, mediante a pressão feita pelas pinças de freio, que pressionam as pastilhas contras sua superfície, fazendo com que o carro diminua sua velocidade ou mesmo pare.

Existem dois tipos de disco de freio que equipam os carros, o disco sólido e o ventilado. Saiba mais sobre eles:

Disco de freio sólido

O disco sólido equipa a maioria dos carros populares brasileiros. E como a quantidade de veículos com motores 1.0 é bem do a de veículos com motorização mais potente, podemos dizer que o disco de freio sólido é o disco mais comum, mais facilmente encontrado em circulação nas ruas.

É dado o nome de sólido a este tipo de disco porque a área que entra em contato com as pastilhas é de aço maciço, não possuindo nenhum tipo de perfuração para facilitar o resfriamento.

Disco de freio sólido e ventilado

Vantagens

Podemos citar como vantagem frente aos ventilados o seu baixo custo, pois geralmente são bem mais baratos.

Desvantagens

Como desvantagem principal temos o baixo rendimento em situações extremas de frenagem. Como este tipo de disco é sólido, maciço, em situações onde o disco é muito requisitado pode ocorrer seu superaquecimento juntamente com o das pastilhas, e isso pode ocasionar a falha do freio.

É por esse motivo que este tipos de disco apenas equipa carros com motores mais fracos, como os populares equipados como motor 1.0, já que, pelo menos teoricamente, eles não sobrecarregam o sistema de freio por não terem capacidade de atingirem grandes velocidades em curto espaço de tempo.

Disco de freio ventilado

O disco ventilado costuma equipar veículo com motores mais potentes, como os 1.3, 1.4, 1.5, 1.6, 1.8, 2.0 e assim por diante. Por esse motivo é que dificilmente vemos um carro popular com este tipo de disco, ao contrário dos carros de luxo, que sempre são equipados com eles.

É dado o nome “ventilado” pelo fato de ele possuir uma câmara interna para a ventilação e melhor resfriamento do conjunto. Essa câmara divide o disco ao meio, como se fosse a união de dois discos mais finos, uma para cada pastilha. Quando o ar passar por essa câmara, retira parte do calor, diminuindo a temperatura do disco e da pastilha.

Desvantagens

Como desvantagem em relação ao disco sólido temos apenas seu preço. Em geral, discos ventilados costumam ser mais caros que os sólidos. A depender o modelo de veículo, seu preço pode o dobro ou mais.

Vantagens

O disco de freio ventilado proporciona uma frenagem mais eficiente, principalmente em situações mais exigentes de utilização, como em grandes descidas, por exemplo.

Devido à câmara de resfriamento, o disco esfria mais rapidamente, e com isso as chances de ocorrer superaquecimento são menores, o que afasta o risco de haver falhas no freio.

Essa é a principal vantagem do disco ventilado, resfriar mais rapidamente, evitar o superaquecimento e garantir uma frenagem adequada em qualquer regime de uso.