Diferença entre USB 2.0, USB 2.0 High Speed e USB 3.0

Publicado em 15 janeiro, 2016 / Atualizado em 17 de janeiro de 2016

Conheças as principais características e diferenças entre as versões mais recentes da tecnologia USB

Lançado em novembro de 1994, o padrão de conexão USB (Universal Serial Bus) foi concebido por um consórcio formado por grandes empresas da área de computação e tecnologia.

Um dos motivos que levaram a criação do padrão USB foi a necessidade de conectar equipamentos e periféricos de diferentes fabricantes aos computadores existentes na época de maneira simples, sem configurações complexas.

O objetivo era que o próprio usuário doméstico fizesse a instalação de tais equipamentos e periféricos apenas conectando o cabo USB, por esse motivo foi adotado o padrão PnP (Plug and Play), que significa “plugar e usar”.

Desde o seu surgimento a tecnologia vem se desenvolvendo para oferecer cada vez mais velocidade de transferência de dados. Atualmente, os padrões mais utilizados nos equipamentos à venda no mercado são o USB 2.0, o USB 2.0 High Speed e o mais recente USB 3.0.

Como todas as versões da tecnologia USB são uma evolução da versão anterior, muitas pessoas fazem confusão entre elas, não sabem especificamente o que mudou de uma para outra.

USB 2.0, USB 2.0 HIGH SPEED E USB 3.0

USB 2.0 e USB HIGH SPEED

Vale lembrar que o padrão USB 2.0 pode ter uma taxa de transferência de até 480Mb / s, ou seja, uma conexão USB 2.0 apresentar uma velocidade menor.

A especificação USB 2.0 engloba todas velocidades de transferência de dados USB anteriores (ele pode operar em todas elas):

[ 1.5Mb / s] Incorporado à versão USB 1.0, lançado ainda na época do Windows 98.

[ 12Mb / s ] Incorporado à versão 1.1. Também chamado USB 2.0 Full Speed.

[ 480Mb /s] Versão mais recente. Conhecida como USB 2.0 High Speed ou Hi-Speed.

A diferença entre o USB 2.0 e o USB 2.0 High Speed é que este pode operar com uma taxa de transferência de até 480 Mbps.

Logotipo USB

USB 3.0

A versão 3.0, também chamada de USB SuperSpeed, chegou ao mercado em 2010 e trouxe mais velocidade nas transferências de dados. Na versão 3.0 a taxa de transferência é 5 Gbps.

Outro ponto interessante na nova tecnologia é que a conexão oferece uma alimentação elétrica de 900 mA, enquanto que a versão 2.0 oferece apenas 500 mA. A tensão continua a mesma, 5V.
Esse aumento na corrente possibilita que aparelhos que necessitam de mais energia possam funcionar corretamente quando conectados a uma porta USB 3.0.

Da mesma maneira, carregadores de bateria de smartphones, tablets e outros equipamentos que necessitem de uma corrente maior também funcionarão mais adequadamente ao utilizar uma conexão USB 3.0.

Outra diferença é que os conectores utilizados no USB 3.0 são predominantemente na cor azul, enquanto nas versões anteriores eram na cor preta. O USB 3.0 é compatível com todas as versões anteriores.

Se ainda restarem dúvidas sobre a tecnologia USB, recomendo a leitura do site: www.usb.org.