Diferença entre fase excêntrica e fase concêntrica na musculação

Publicado em

Assim como acontece com diversos outros esportes, a musculação possui diversos termos técnicos que podem deixar os iniciantes com dúvidas sobre qual seu significado e implicação em sua rotina de treino.

Nada mais normal, afinal de contas é o seu primeiro contato com o esporte. Contudo, quanto mais cedo o novato se familiarizar com os termos usados no esporte, melhor será seu desempenho no treino, pois ele, quando ler algum livro, site ou ouvir recomendações saberá do que estão falando.

Duas expressões que normalmente geram dúvidas são: fase excêntrica e fase concêntrica dos exercícios. Todos os exercícios que você faz na academia possuem essas duas fases. Os mais afoitos normalmente ouvem dos instrutores ou dos alunos mais experientes a frase: “Não desperdice a fase excêntrica”. O que é uma grande verdade.

Confira abaixo uma didática e prática explicação sobre essas duas fases do treino.

Fase concêntrica (também chamada de positiva) – Essa fase é a de contração do músculo, momento no qual o peso é levantado ou puxado. No caso da rosca direta, a fase concêntrica ocorre quando levantamos a barra até acima do peito. É nessa fase que encontramos maior resistência ao fazer o movimento.

Fase excêntrica (também chamada de negativa) – Ela faz o movimento contrário da fase concêntrica. Enquanto na fase concêntrica há a contração muscular, na excêntrica ocorre a descontração do músculo. Esse é momento em “baixamos” o peso. Usando mais uma vez a rosca direta como exemplo, nela a fase excêntrica ocorre quando baixamos a barra até abaixo da linha da cintura.

Bom treino!


Compartilhe: