Dicas para economizar na compra do material escolar

Publicado em 3 janeiro, 2016 / Atualizado em 17 de janeiro de 2016

Como não é possível retirar produtos da lista de material escolar, a única maneira de economizar é pesquisar e seguir algumas dicas para não gastar além do necessário

Uma coisa importante para não tornar a compra do material escolar das crianças em uma verdadeira dor de cabeças para os pais é planejar bem esse momento.

Não adianta deixar para comprar o material escolar na última hora. Se a criança já deu inicio a sua vida escolar ou vai começar a frequentar a escola pela primeira vez, os pais já devem ir se programando com antecedência, mesmo não estando com a lista de materiais em mãos.

Essa preparação prévia diz respeito não apenas à programação financeira, mas também à pesquisa por lojas, marcas, modelos e especificações técnicas dos produtos que as escolas costumam solicitar na lista de material escolar.

Mas claro que um dos principais pontos dessa preparação é a pesquisa de preços, haja vista a grande variedade de preços praticados no mercado, muitas vezes referente ao mesmo produto e de mesma marca.

Material escolar
Devido à grande quantidade de lojas vendendo o mesmo produto, é possível encontrar o mesmo produto com até 100% de diferença no preço.

COMO ECONOMIZAR NA COMPRA DO MATERIAL ESCOLAR

 1. Mesmo que seu filho esteja indo para a escola primeira vez, ainda é possível que você tenha em casa alguns dos itens solicitados pela escola. Por isso, confira se você não já possue algo que foi pedido.

 2. Não se deixe iludir por marcas. Existem produtos de marcas novas no mercado que não deixam a desejar frente as marcas mais famosas. Na verdade, é possível encontrar produtos de marcas desconhecidas de melhor qualidade do que aquelas velhas conhecidas.

 3. Produtos temáticos de determinado personagem costumar custar o dobro ou mais de um produto sem este tipo de personalização. Em vez de comprar um produto daquele personagem de desenho superfamoso (geralmente é só um adesivo colado que faz até triplicar o preço), compre um com outra decoração qualquer e de similar qualidade.

 4. Grandes lojas nem sempre tem o preço melhor. Pesquise em papelarias e lojas de todos os tamanhos.

 5. Se for pagar à vista em dinheiro tente negociar descontos. Essa dica é mais fácil ainda de ser aplicada em lojas menores, onde é possível muitas vezes negociar diretamente com o dono. Lojas maiores costumam ser mais rígidas.

 6. Compras maiores facilitam a negociação por descontos. Se você possui amigos ou parentes que tenham filho em idade escolar e que também comprarão material escolar, analise a possibilidade de uma compra conjunta. Comprando juntos numa mesma loja pode ser possível obter descontos maiores devido ao volume maior de compra.

 7. Compre onde for mais barato. Se o valor total de um orçamento em uma loja deu menor que em outra, isso não significa que tudo dever comprado nela. O ideal é observar o valor de cada item, separadamente, e comprar cada item na loja onde estiver com preço melhor. Isso acontece porque mesmo que uma loja tenha o menor preço total, individualmente outra pode apresentar menor preço.