Dicas para economizar combustível

Publicado em 12 fevereiro, 2012 / Atualizado em 28 de setembro de 2015

Confira dicas para ajudá-lo a economizar combustível

Recentemente vimos os preços dos combustíveis aumentando bastante, chegando, a gasolina, a ultrapassar a casa dos R$ 3,00, sendo que o seu preço quando sai da refinaria é de, em média, R$ 1.00. Mas infelizmente não podemos fazer nada contra isso, por mais que reclamemos dificilmente algo irá mudar.

O que nos resta, então, é fazer de tudo para economizar combustível, dirigindo de maneira econômica e fazendo manutenções que ajudam a economizar combustível, seja ele álcool ou gasolina.

No dia-a-dia, com práticas simples, é possível diminuir o gasto desnecessário de combustível. Confira algumas dicas para manter o consumo de combustível do seu carro dentro da normalidade.

Dicas para economizar combustível

Não coloque peso demais – quanto mais peso o carro estiver carregando, mas combustível ele gastará, pois o motor precisará de mais força para conseguir arrastar todo o peso. Por esse motivo, caso tenha chegado de viagem e o porta-malas ainda está cheio de “bugigangas”, retire tudo que é desnecessário transportar.

Controle suas emoções – motoristas nervosos, impacientes ou estressados tendem a acelerar forte e sair cantando pneu, o que além de ocasionar o aumento do consumo de combustível, causa desgaste prematuro dos pneus e, nos casos de sair cantando pneu, desgaste também do conjunto de embreagem.

Frentista abastecendo
Imagem ©: morgueFile.com

Calibragem dos pneus – pneus descalibrados tendem a “prender” mais o carro no chão, aumentando a resistência com o solo. Isso faz com que o motor tenha que trabalhar com uma rotação mais elevada, para compensar essa maior resistência. Por isso, calibre seus pneus a cada 15 dias.

Janelas fechadas – andar com as janelas do carro abertas aumentam a resistência do ar, pois o ar entra no veículo e fica retido em seu interior. Se possível, ande com os vidros fechados, porque dessa maneira é melhorada a aerodinâmica do automóvel.

Abastecimento – se você não vai fazer uma longa viagem, evite andar de tanque cheio, pois isso faz com que o carro fique mais pesado, e conseqüentemente consuma mais combustível. Se possível, abasteça até a metade da capacidade do tanque, e quando o nível chegar a 1/4, abasteça novamente.

Faça revisões – para garantir um consumo adequado do combustível, faça revisões periódicas dos filtros de ar e combustível e das velas, pois esses componentes quando estão com problemas, fazem o carro consumir mais.

Troca de marchas – sempre mude as marchas no tempo certo. Evite andar com o motor em rotações muito elevadas, pois faz o motor comsumir mais. Assim que o conta-giros chegar na rotação ideal ou o motor “pedir marcha”, troque de marcha.

Velocidade modearada – se não for realmente necessário, evite andar em alta velocidade. Velocidades acima de 100 km/h costumam gerar um aumento de consumo em torno de 25%, variando devido ao tipo de carro, peso etc. Assm sendo, se possível, evite altas velocidades, o que além de melhorar o consumo, diminui os riscos de acidentes graves.

[related_posts]

Ar-condicionado – use o ar somente quando for mesmo necessário, pois ele força demais o motor e aumenta o consumo de combustível.

Ande um pouco a pé – se você tiver atividades à fazer em locais próximos, pare o carro e percorra o restante do trajeto à pé. Com isso, além de economizar combustível, você estará em movimento, caminhando (o que faz bem à saúde), além de contribuir para a redução da poluição do ar.

Combustível limpo – quando for abastecer, dê prefência a fazer isso sempre no mesmo posto. E antes de escolher um posto, faça testes, peça para o frentista fazer o teste de proveta, para verificar se a gasolina é adulterada ou não.

Evite a “banguela” – andar com o carro em ponto morto, a famosa “banguela”, não faz o carro economizar combustível. Os carros com injeção eletrônica possuem sensores que identificam a rotação do motor e avelocidade do veículo. Desta maneira, nas descidas com a marcha engatada, o sistema diminui a injeção de combustível, pois percebe que o carro já está na velocidade limite. Na banguela acontece o contrário, o carro “pensa” que está parado, em ponto morto, e acaba injetando mais combustível para manter o motor ligado.

Controle os gastos – use uma planilha ou programa para companhar o gasto com combustível. Se seu carro for bicombustível, acompanhe o consumo para verificar qual é o combustível mais adequado para sua realidade, se o álcool ou a gasolina.

Para saber como controlar e registrar seus gastos, conheça o Curso de finanças pessoais e domésticas.

Seguinda essas dicas você já estará economizando combustível e emitindo menos poluentes na atmosfera.