Dicas para cuidar e evitar desgaste nas alianças

Publicado em 4 abril, 2013 / Atualizado em 4 de abril de 2013

Conheça alguns cuidados para evitar danos às alianças e deixá-las sempre bonitas

Apesar de ser semelhante a qualquer outro tipo de anel, as alianças, sejam de noivado ou casamento, deixam de ser apenas um anel por representarem um importante passo na vida de qualquer casal: o noivado e posteriormente o casamento.

Por esse motivo, essa joia costuma ser alvo de mais atenção e carinho por parte tanto do noivo quanto da noiva.

Como as alianças representam a união do casal, assim como acontece com o relacionamento, a intenção é que elas durem também para sempre. A durabilidade da joia é motivo de preocupação para muitas pessoas, e ela depende principalmente da qualidade do ouro empregado na confecção da peça.

Contudo, independente da qualidade do ouro ou do folheado, toda aliança merece cuidados especiais para evitar que sofram um desgaste elevado, o que pode torná-las inutilizadas, com perda de seu brilho, beleza ou até mesmo de sua forma.

Par de alianças

Por estarem presas à mão, a aliança acaba sofrendo diversas tipos de agressão durante a rotina diária de quem a utiliza. Contato com produtos químicos, superfícies ásperas e impactos são exemplos de situações que agridem e danificam mesmo que levemente as alianças, causando amasso ou arranhões, por exemplo. Por esse motivo, alguns cuidados devem ser tomados para conservá-las e  deixá-las sempre bonitas.

[related_posts]

Cuidados com as alianças

  1. Tire as alianças quando for manusear objetos pesados
  2. Evite o contato da aliança com produtos químicos e outras substâncias como solvente, gasolina, querosene etc.
  3. Ao lavar roupas ou louças, se possível retire as aliança para evitar seu contato com sabão, alvejantes e detergentes.
  4. Água do mar e piscina devem ser evitadas para garantir o brilho da peça.
  5. Ao praticar esporte, tirar a aliança do dedo evita arranhões ou até mesmo acidentes onde a aliança se prende a outros objetos.
  6. Objetos cortantes também podem danificar a aliança, por isso devem ser manuseados com cuidado.

Essas foram algumas dicas gerais que podem ser postas em prática por praticamente todo mundo. Cabe agora a cada um prestar atenção no seu dia a dia e verificar quais são as situações que podem oferecer riscos à aliança. De maneira geral, a melhor forma de evitar que a aliança seja danificada é tirá-la do dedo diante de algumas situações, como as apontadas acima.