Cuidados para atravessar faixa de pedestres com segurança

Publicado em 17 dezembro, 2012 / Atualizado em 11 de dezembro de 2015

Confira dicas para aumentar a segurança na hora de atravessar faixa de pedestres

O trânsito, principalmente nas médias e grandes cidades, é algo que gera muita preocupação tanto na população quanto nas autoridades, não apenas pelos engarrafamentos e congestionamentos, mas, sobretudo, pelos casos de acidentes envolvendo principalmente pedestres.

Em vias de tráfego rápido, como em grandes avenidas onde as passarelas e faixas de pedestres ficam distantes uma das outras ou de locais de grande movimentação, é comum vermos pedestres se arriscando entre os carros, deixando de fazer uso desses recursos que visam aumentar sua segurança na travessia, e acabam se expondo a atropelamentos.

Como em alguns trechos de ruas e avenidas não é possível construir passarelas, devido a limitações impostas por construções como prédios, lojas, casas, praças etc., a saída para garantir uma travessia mais segura ao pedestre é a aplicação de faixas de pedestres em locais onde a passagem de pessoas é muito grande, assim como em frente a escolas, igrejas, teatros, shoppings e hospitais, por exemplo.

Faixa de pedestre
Apesar de garantir mais segurança, é preciso cuidado ao atravessar a faixa.

A faixa de pedestres é um tipo de sinalização horizontal que determina e delimita uma área para a travessia dos pedestres.

Claro que, na prática, ele pode atravessar em qualquer lugar da via, no entanto, a lei de trânsito assegura que, estando na faixa de pedestres, o pedestre terá prioridade naquela via, ou seja, os carros tem que parar para que ele possa atravessar.

Mesmo sendo obrigados a parar para dar passagem aos pedestres, é comum vermos motoristas e motociclistas não respeitando isso, passando enquanto o pedestre está atravessando ou mesmo atropelando quem está a pé.

Por esse motivo, é importante tomar alguns cuidados ao atravessar a faixa de pedestres. Esses cuidados o protegerão de motoristas imprudentes e de situações perigosas. Confira algumas dicas:

  • Faça ser visto – Apesar da obrigatoriedade de dar preferência aos pedestres, para que o motorista possa fazer isso é necessário que ele veja que existem pessoas querendo atravessar. Sair do passeio e começar a atravessar pela faixa sem nem ao menos ter certeza de que os carros estão parando é muito arriscado, pois mesmo que o motorista  o veja, talvez não dê tempo de parar o carro. Por isso, quando for atravessar na faixa, se posicione logo no início dela, junto ao meio-fio da rua e aguarde que os veículos comecem a parar. Dessa maneira, os motoristas perceberão que você deseja atravessar e darão passagem.
  • Cuidado com os outros veículos – Quando os carros começam a parar, é possível que algum veículo quem vem atrás não perceba que o trânsito parou ou ficou lento devido à passagem de pedestres e faça ultrapassagem em alta velocidade, podendo atropelar pessoas que estão atravessando a rua. Sendo assim, mesmo que alguns carros e motos já estejam parados, atravesse olhando para conferir se algum veículo está ultrapassando os carros que pararam. Atenção redobrada deve ser dada às motos, pois além de andar entre os carros elas são mais difíceis de serem vistas em algumas ocasiões.
  • Não force a parada – Somente comece a travessia quando os carros pararem. Inciar a travessia tentando forçar os veículo a parar é extremamente arriscado. Nestes casos, é possível que os motoristas não perceberam sua intenção, então aguarde mais um pouco. Outra boa dica é aguardar que mais pessoas cheguem para atravessar, pois a travessia em grupo garante mais segurança devido à maior visibilidade.
  • Crianças e idosos – Crianças pequenas, idosos e deficientes devem ser ajudados para não acabarem ficando para trás, pois algum motorista apressadinho pode acabar desistindo de esperar.

Essas foram alguma dicas gerais, mas todo cuidado e atenção é pouco na hora de atravessar uma rua, avenida ou rodovia.