Cuidados ao contratar seguro para o veículo

Publicado em 23 setembro, 2016

É importante conhecer todas as cláusulas do contrato do seguro para evitar sustos nos momentos em que precisar acioná-lo

Diversos são os relatos de casos de veículos que são roubados e não estavam no seguro, seja porque o proprietário não quis arcar com o pagamento pelo serviço por achar muito caro ou por acreditar que devido ao valor do veículo não seria vantajoso.

Visando atender aos mais diversos públicos, existem no mercado inúmeras seguradoras que oferecem várias opções de planos de seguros para autos, com vistas a atender desde os proprietários de carros mais baratos até carros de luxo.

Além das seguradoras, existem também as associações, que oferecem serviços semelhantes. No entanto, as associações de benefícios não são seguradoras, funcionam como uma associação de mútua colaboração, onde todos os membros contribuem para prestar auxílio àqueles associados que por ventura venham a necessitar.

Em todos caso, independentemente de ser seguradora ou associação, é muito importante ficar atento aos detalhes da prestação dos serviços. É importante ler com calma o contrato, e não apenas se ater às informações que as corretoras colocam em  folhetos, manuais, cartazes etc.

Cada plano de seguro tem suas especificidades, no entanto, alguns pontos costumam pegar de surpresa os segurados, que na última hora acabam descobrindo que os serviços oferecidos não eram exatamente aquilo que ele imaginava.

Quilometragem do guincho ou reboque

Existem planos de seguro que limitam a distância de cobertura do serviço de guincho, tendo como base o domicílio do cliente.

Por exemplo, existem planos que oferecem quatrocentos quilômetros para cada ocorrência. Contudo, nesse caso, é importante verificar se esse limite compreende a ida e a volta  (200 km de ida e 200 km de volta) ou apenas a distância entre o domicílio e o local atual onde se encontra (400 km até o domicílio do cliente).

Além da distância é importante saber antes de assinar o contrato, qual o valor do quilômetro excedente, para os casos em que a distância percorrida pelo reboque ultrapassa a distância máxima ofereceida pelo serviço. Em muitos casos, o valor do quilômetro excedente é muito alto.

Chave de carro
Antes de entregar sua segurança e a de seu veículo a uma seguradora, é importante se certificar sobre quais benefícios seu plano oferece.

Serviços de táxi

O serviço de táxi oferecido pelas seguradoras ou associações deve ser analisado com cuidado, tendo em vista que muitas vezes há restrições na prestação desse serviço.

Como exemplo, podemos citar que existem planos de seguros que disponibilizam táxi apenas em casos de colisão, furto ou roubo. Ou seja, caso seu veículo tenha uma falha mecânica no meio da noite em uma rodovia ou rua deserta, seu seguro não enviará o táxi, nem fará o reembolso, caso você contrate por conta própria.

Existem associações que oferecem, em caso de falha mecânica, apenas reembolso para a contratação de serviços de transporte como vans e ônibus. Porém, existem momentos em que não é possível contratar esse tipo de transporte, seja devido ao horário ou ao local onde a falha mecânica ocorreu.

Por esse motivo, verifique se seu plano lhe dá o direito de solicitar taxi em qualquer ocasião e em qualquer lugar. Isso é muito importante principalmente para quem costuma viajar com a família e crianças.

Carro reserva

Outro ponto importante diz respeito ao carro reserva. Alguns seguros entregam o manual do cliente contendo todo tipo de benefício, mas no contrato apresentado para assinatura pode não constar todas as vantagens demonstradas no manual ou em outra peça de divulgação.

É comum os clientes descobrirem que não tem direito ao carro reserva apenas no momento em que estão precisando de um carro reserva.

 Conclusão

 Além desses três serviços citados, em muitos outros serviços os clientes podem ser pegos de surpresa, por acreditar ter direito e descobrir que não tem apenas no momento em que o mesmo é solicitado, como cobertura de parabrisa, por exemplo

 Sendo assim, é importante assinar o contrato somente após ter a certeza dos detalhes dos serviços aos quais você tem direito, e que devem estar presentes no contrato. Apenas acreditar “na palavra” do corretor não é seguro, pois a vontade ou necessidade de vender ou atingir metas de vendas pode levá-lo não apenas a se confundir como também omitir detalhes no momento de vender o plano de seguro automotivo.