Como achar taxa de juros calculando juros simples

Publicado em 21 novembro, 2011 / Atualizado em 14 de julho de 2013

Aprenda a calcular a taxa de juros cobrada no sistema de capitalização simples

A taxa de juros é o percentual aplicado sobre um valor emprestado ou aplicado, e o valor gerado com a aplicação dessa taxa é a remuneração pelo uso do dinheiro. É o valor que pagamos ao banco quando pegamos dinheiro emprestado, ou é o rendimento que o banco nos paga quando investimento dinheiro numa de suas aplicações. Anteriormente mostramos a diferença entre juros simples e compostos, e como calcular juros simples.

Neste artigo vamos mostrar como encontrar a taxa de juros cobrada num empréstimo, financiamento, aplicação etc. O regime de capitalização será o de juros simples, onde a taxa de juros incide somente sobre o valor inicial.

Agora vamos à fórmula para encontrar a taxa de juros (i).

 

Fórmula para achar taxa de juros

Onde:

i = é a taxa de juros que desejamos achar

j = é o juro obtido ou pago

VP = é o valor presente, inicial

n = tempo ou período

Para entender melhor como realizar o cálculo, vamos resolver a questão abaixo.

Exemplo: Manoel pegou R$ 5.000,00 emprestado na mão de Joaquim, que emprestou o dinheiro com a condição de que Manoel deveria quitar a dívida em 4 meses pagando o montante de R$ 6.500,00. Manoel achou muito e quer saber a taxa de juros que Joaquim aplicou. Vamos ajudá-lo.

VP = 5000

VF = 6500

n = 4

i = ?

Aplicando na fórmula:

Calculando taxa de juros

Como vemos no cálculo acima, Joaquim cobrou uma taxa de juros de 7,5% ao mês. Para conferir se realmente essa foi a taxa, vamos agora efetuar o cálculo de juros simples aplicando a taxa de 7,5%.

 

Fórmula para juros simples: VF= VP.(1+i.n)

Onde:

VF = valor futuro

VP = valor presente

i = taxa de juros

n = tempo ou período

Fazendo o cálculo do empréstimo de Manoel.

VP = 5000
i = 7,5% = 0,075
n = 4
VF = ?

Calculando:

VF = 5000(1+0,075.4)

VF = 5000.1,3

VF = 6500

Pronto. Pegamos a taxa de juros encontrada no primeiro cálculo e aplicamos ao valor inicial (R$ 5.000,00) do empréstimo, para nos certificarmos de que o montante daria R$ 6.500,00. E como constatamos, esse foi o resultado.

Bons cálculos!