3 erros na preparação para concursos públicos

Publicado em 4 agosto, 2015

Conheça algumas causas para o baixo rendimento nos estudos e melhore sua preparação para as provas

Estudar para concursos geralmente deixa o estudante em uma situação bastante diferente dos demais estudantes, a exemplo do universitário estudando para uma prova. Essa diferença costuma ser principalmente a ansiedade.

Em geral quem estuda para concurso tem pressa, não vê a hora de estar tomando posse no tão sonhado cargo público, sofre com o pouco tempo para estudar do lançamento do edital até o dia da prova, se apavora quando vê a concorrência alta, não sabe por onde começar a estudar quando confere o quão extenso é o conteúdo programático da prova, dentre outras situações vividas por quem é concurseiro.

Apesar disso, não adiante entrar em desespero ou perder noites para estudar. Você estará perdendo tempo e acabando com sua saúde. É melhor estudar bem durante pouco tempo do que estudar mal por horas, pois o aproveitamento do que foi estudado será mínimo.

Abaixo listamos algumas dicas que o ajudarão a corrigir falhas em sua rotina de estudos e com isso aproveitar melhor os momentos de estudos rumo aos cargo público efetivo.

Não descansar o suficiente

Quanto mais se estuda maiores são as chances de passar? Às vezes nem sempre. Perder noites para estudar, estudar quando se está muito cansado, ficar muito tempo sem momentos de distração ou lazer pode fazer com que você “consuma” muito conteúdo, mas que não guarde quase nada.

Não adianta pensar apenas em quantidade, mas também em qualidade. É preferível estudar menos e guardar aquilo que foi lido do que estudar muito e logo em seguida não conseguir responder a questão mais básica sobre o tema lido.

[related_posts]

Querer estudar tudo de vez

Se o tempo estiver muito curto e você não tem conhecimento sobre todas as matérias cobrados pelo edital, não adianta tentar estudar tudo ao mesmo tempo, pois se você se colocará em uma situação de estresse tão grande que vai ler e nem vai entender o que está sendo lido.

Nessa situação não há muito o que fazer. Algumas dicas a serem seguidas:

  1. Foque naquele assunto que você já possui algum conhecimento para tentar garantir todas as questões sobre o tema.
  2. Verifique a parte do conteúdo programático que possui o maior peso na apuração da nota final e estudo o máximo que puder, com qualidade, claro.
  3. Se o tempo realmente muito curto não tem jeito, não há mágica. Pelo menos pra ter um conhecimento “por cima”, uma vez que `as vezes caem questões conceituais muito fáceis, dê uma lida em resumos que podem ser encontrados na internet. Você não se tornará nenhum especialista, mas pelo menos terá uma noção do que se trata, o que poderá facilitar também o acerto por eliminação de itens errados em questões de múltipla escolha.

Ficar apenas na teoria

Claro que ler o conteúdo é fundamental. No entanto, para passar no concurso não basta apenas ter lido sobre o tema cobrado na prova. Saber responder uma questão de concurso é muito importante para acertar a questão. As famosas “pegadinhas” são um exemplo de que mesmo o candidato sabendo o conteúdo pode errar uma questão tida como facílima. Isso porque as bancas tentar confundir o candidato de diversas maneiras, levando-o ao erro.

Por esse motivo, é muito importante responder questões de concursos anteriores e fazer simulados. Outra dica importante é responder questões da mesma banca que aplicará as provas, umas vez que cada banca tem seu próprio estilo de questões e até mesmo entendimentos divergentes sobre determinados temas.